Empresário

É game design, game developer e CEO da desenvolvedora indie.

Jornalista

É colunista de tecnologia da rádio Band News FM.

Professor

Professor de Jogos digitais e Design gráfico do Centro Universitário UDF.

Palestrante

Em eventos de comunicação, ate e tecnologia.

Artista Digital

Desenhista, animador, infografista, editor de imagem e game design.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Game "Doria Ovacionado" é sucesso na internet

A ovada que o prefeito de São Paulo, João Doria, levou quando chegava à Câmara Municipal de Salvador (BA), na noite da última segunda-feira, ganhou repercussão no mundo dos games. A Lizards Games desenvolveu o jogo “Doria Ovacionado”, no qual todo mundo pode tentar acertar o político. O jogo remete ao título de “Angry Birds” e tem um objetivo simples. Basta colocar o ovo no estilingue e lançar nas carinhas de Doria. A cada prefeito derrubado, o jogador ganha pontos.  Em 24 horas, o game online já ultrapassou 80 mil jogadas e viralizou na internet, com uma taxa de engajamento  nas redes sociais superior a 400 mil.


Jogue agora: DORIA OVACIONADO






sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Espaço365 chega à Brasília com um novo formato de coworking

A industria criativa vem crescendo e a demanda por espaços que atendam aos novos empreendedores do setor é cada vez maior. Em todo pais surgem novos espaços de coworking, modernos e com estruturas para atender ao segmento criativo. Em Brasilia o Espaço365 chega ao mercado com um formato integrado de coworking, loja colaborativa, fabLab e cozinha gourmet. Inovação é uma das frentes do negócio, explicou Flávio Mikami, sócio-fundador do empreendiemento. O espaço365 será o primeiro do Brasil com acesso aos ambientes totalmente por celular, sem chaves. Além do sistema integrado que automatiza todas as tarefas administrativas.

O Coworking possui espaços para reuniões, sala de palestras e escritórios privativos reúne diariamente pessoas em um espaço democrático e inspirador, proporcionando trocas
constantes de conhecimento e experiências.





terça-feira, 18 de julho de 2017

Empresa diz ter desenvolvido tecnologia de reconhecimento de órgãos sexuais

As empresas de tecnologia estão em uma corrida silenciosa para melhorar a segurança dos dispositivos pessoais. Smartphones com senhas numéricas, sensores de impressão digital e até reconhecimento dos olhos pela íris. Mas a CamSoda, plataforma de vídeos sensuais por webcam, pode ter ido longe demais. Chamada apropriadamente de ‘’Dickmetrics’”, a empresa disse ter desenvolvido a tecnologia de reconhecimento de órgãos sexuais. O usuário poderá usar uma foto do órgão genital no lugar de uma senha tradicional. Há mais de seis anos como colunista de tecnologia da Band News FM já publiquei algumas matérias estranhas, mas essa é a campeã da bizarrice. 





quinta-feira, 13 de julho de 2017

Adolescente morre após segurar celular enquanto tomava banho

Uma adolescente do estado norte-americano do Texas morreu após segurar um celular ligado na tomada enquanto tomava banho. A família da jovem divulgou o incidente para prevenir outras mortes por descarga elétrica. Madison Coe, de 14 anos,  moradora da cidade de Lubbock, morreu durante o fim de semana na casa do seu pai no Novo México, relatou o jornal “Hobbs News-Sun”. Segundo a polícia de Lovington no Novo México, Madison aparentava ter sido eletrocutada. No banheiro foi encontrado um celular, cabo de carregador e uma extensão. “Este tipo de tragédia não precisa acontecer com mais ninguém”, disse a mãe da menina, que afirmou que irá fazer uma campanha no Facebook para prevenir este tipo de acidente.


segunda-feira, 10 de julho de 2017

Nada se cria, tudo se copia!

A famosa frase brasileira “nada se cria, tudo se copia” parece ser bem usual também na Coreia do norte. O smartphone Jindallae 3, mais novo aparelho desenvolvido pela Mangyongdae Information Technology Corporation, empresa do pais asiático, é uma copia fiel do iPhone por fora e muito semelhante ao Sansung na interface com o usuário. Segundo a rede de notícias local DPRK Today o aparelho foi lançado em março mas somente agora foi divulgado. A Coreia do Norte tem um longo histórico de copiar propriedades intelectuais da Apple e usá-la para seus próprios propósitos, mas dificilmente vai ser possível encontrar um Jindallae 3 fora do território norte-coreano e é improvável que a Apple ou a Samsung procurem ação legal contra o país.