quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Prostituição sai das ruas e vai para a internet

A tecnologia mudou a comunicação, a propaganda e até a profissão mais antiga do mundo. A prostituição está saindo das ruas e indo para a internet, fazendo com que a negociação do serviço fique apenas entre os trabalhador sexual e o cliente. Com isso, a figura do cafetão está perdendo força,  mas segundo a antropóloga Soraya Silveira Simões, coordenadora do Observatório da Prostituição, projeto de extensão do Laboratório de Etnografia Metropolitana da Universidade Federal do Rio de Janeiro, apesar da crescente oferta de serviços sexuais no meio digital, a velha prostituição e a presença de agenciadores ainda sobrevive, sobretudo pela cultura das geração mais antigas.


0 comentários:

Postar um comentário